MODA PLUS PARA TODAS AS IDADES
desde 1976

Endereços:

205 Sul - Fone: 61 3548-3336


Monthly Archives: dezembro 2011

Comemorando o sucesso
01/12/2011

f0e1bfa6492711642d530694b6330bc5

Nos anos 60, os caminhos do coração trouxeram Regina Moulin a Brasília. Formada em Ciências Sociais, chegou linda, jovem e cheia de entusiasmo para iniciar a vida ao lado de Élio Moulin, com quem se casara 15 dias antes. O que era para ser apenas uma grande história de amor, se transformou num dos mais importantes capítulos da história da moda na capital do país. Fundadora da Ki Graça, a loja que tem o slogan certo para seus produtos: “aquela que veste as netas, suas mães e suas avós”, a empresária está comemorando 35 anos de muito sucesso. Resultado de trabalho, bom gosto, perseverança e fé em Deus. Mas para chegar ao status da loja importante com direito a produção própria e manequins que atendem todos os tamanhos, de 42 a 56, a Ki Graça percorreu uma longa estrada e só chegou ao topo pela garra de sua proprietária, pela visão de negócios que ela tem e pelo apoio que sempre recebeu da família. Regina Moulin, capixaba da cidade de Alegre, conta como surgiu seu negócio, que é orgulho brasiliense: “Estava em lua-de-mel quando me transferi para cá. Havia falta de gente capacitada e, em pouco tempo, convocada pelo ministro Cirio Versiani, estava trabalhando no Tribunal de Contas. Foi lá que as colegas começaram a elogiar as roupas que vestia, bonitas e com bossa carioca, que minha mãe, dona Orsina, me mandava do Rio de Janeiro. Ao sentir a carência da cidade neste setor, resolvi aceitar encomendas, que mandava buscar. O sucesso foi imediato. Quando tirei a licença prêmio, inaugurei minha primeira loja na Galeria do Cine Karin. Ao ficar grávida, engordei e, como a maioria das mulheres que moravam na cidade, também encontrei dificuldade em arranjar roupas com manequim grande. Nova idéia surgiu. A de só trabalhar com plus size. Acertei em cheio. Só de loja no Conjunto Nacional foram 20 anos”. Mais tarde, Regina constatou que as clientes começaram a levar as filhas e netas para sua loja, que trabalhava mais com manequins grandes. Nova necessidade, novas idéias. Hoje, a Ki Graça que funciona na Comercial da 209 Sul, num espaço com dois andares e elevador atende todos os tamanhos, dos pequenos aos grandes, passando pelo médio. E com uma novidade: Paula, filha de dona Regina, é quem faz as produções, levando em consideração a análise do biotipo e estilo das clientes e dando também sugestões para maquiagem e produtos para o rosto. Com 1.500 clientes cadastrados, mais de 40 funcionários, alguns com mais de 30 anos, entre a loja e a fábrica, Regina recebe suas clientes com muitas gentilezas, servindo cafezinho, biscoito, doces e outras iguarias. Muito católica, todos os dias, no final do expediente, reza na loja junto com suas funcionárias. “Sem Deus, nada disto teria sido possível” afirma ela. Mãe da consultora Paula, que também mantém na parte de cima da loja um estúdio de maquiagem, de Alexandre, de Mário Luiz, proprietário da fábrica Nutrinas, e de Maria Angélica, que é contadora da loja, com netos e um bisneto, Regina tem orgulho da família e de seu casamento, que já vai completar 52 anos. “Eu e Élio somos companheiros e, amigos e uma vez por mês fazemos o dever de casa. Um na frente do outro conversando sobre tudo o que um fez pelo outro”, diz ela que faz trabalho de apostolado até dentro do local de trabalho.

Fonte: Revista Plano Brasilia – Novembro 2011