MODA PLUS PARA TODAS AS IDADES
desde 1976

Endereços:

205 Sul - Fone: 61 3548-3336


Professora dá dicas de como arrasar no make em 5 minutos
12/11/2007

Muitas mulheres sabem as cores da estação, conhecem os últimos lançamentos em cosméticos, mas erram a mão na hora aplicar a maquiagem e criar um visual moderno. Mesmo a maquiagem diária, apenas para esconder imperfeições e valorizar os pontos fortes do seu rosto, pode ser um problema. Foi para resolver essa questão que Paula Moulin montou um Studio de Automaquiagem, onde ensina a mulheres os passos básicos para arrasar na arte da pintura.
arrasar no make
“Há algum tempo trabalho com consultoria de imagem e percebi que algumas clientes não tinham tempo ou interesse de utilizar todos os serviços que ofereço. Mas muitas pediam dicas de maquiagem. Para resolver isso, há três anos e meio abri os estúdio para atende-las”.

No curso, que tem duração de 5 horas divididas em dois encontros, Paula ensina a conhecer o formato do rosto e os cuidados com a pele. Durante as aulas, a aluna tem oportunidade de experimentar diversas marcas, das mais caras às mais baratas, escolher o tom de corretivo exato para a pele e saber quais os itens indispensáveis para uma nécessaire perfeita.

Nos dois dias são ensinados cinco makes, que vão desde um versátil, para o dia-a-dia, a algo mais elaborado, como o desejado look esfumaçado feito com sombra preta.

No estúdio, mulheres de todas as idades procuram as dicas. “Atendo desde adolescentes que entraram na puberdade e querem aprender a esconder as manchinhas e espinhas até executivas que precisam de uma maquiagem mais elaborada e querem ter um rosto bem tratado para o trabalho”.

Paula foca na importância de conhecer o rosto para ressaltar as qualidade e esconder os pequenos defeitinhos. “As turmas são de quatro alunos por vez. Faço questão de descobrir com cada uma a cor certa e como aplicar cada produto para um melhor resultado”.

O estúdio de Paula fica na 209 Sul e as inscrições para o curso podem ser feitas pelo telefone 61 3362.8305 ou no menu do curso: Curso de Automaquiagem.

tn02

tn01

Fonte: Finíssimo.com.br 12.11.2007

Criadora da KiGraça é uma das pioneiras da moda local
08/11/2007

Dona Regina Moulin é uma mulher de fibra. Há 47 anos em Brasília, chegou à capital no ano da inauguração, com apenas 20 dias de casamento. Hoje, aos 69 anos, tem, como fala com orgulho, quatro filhos, cinco netos e uma bisneta, todos criados na cidade à base de muito trabalho no ramo da moda.

Regina nasceu no Espírito Santo e estudou Ciências Sociais no Rio de Janeiro. Veio a Brasília trabalhar como funcionária pública e após 15 anos vendendo roupas apenas em casa, em 1976, abriu a loja Ki Graça, originalmente na Galeria do Cine Karim.

interna01

Mas foi só aos 40 anos que teve a idéia de trabalhar com numerações grandes. “Quando engravidei da minha caçula fiquei muito cheinha e não tinha roupa para mim. Os fabricantes que conhecia não vendiam tamanhos grandes como 48, 50. Só existiam roupas de malha ou muito deselegantes, extremamente antiquadas. E eu tinha 40 anos, era nova e bonita, apenas com uns quilinhos a mais. Então pensei que teria que partir para uma confecção que fizesse roupas jovens e modernas para pessoas como eu“, conta.

Hoje, a loja Ki Graça está localizada em um prédio de três andares na 209 Sul. Vende peças do manequim 46 ao 56, a maioria produzida pela própria marca. “A loja tem de maiô a roupa de festa, tudo que uma mulher chique e moderna precisa ter. Fabricamos a maioria das roupas. Apenas os jeans e roupas de festa que trazemos de outros lugares do Brasil”.

A confecção da loja fica instalada em um prédio que foi construído justamente para fabricar as peças da marca. São 20 funcionários produzindo uma média de 1,2 mil peças mensais.

A Ki Graça tem muitas clientes conhecidas na cidade, como a apresentadora Mônica Nóbrega e a arquiteta Moema Leão. “A mulher que compra na nossa loja é uma mulher de bom gosto que quer vestir algo na moda e confortável. A coleção tem muito cetim e seda, pratas e dourados. Fazemos uma roupa moderna, mas que se adapta à situação da cliente que tem uns quilinhos a mais. Não dá para fazer algo muito cavado ou justo. Geralmente abusamos do decote e valorizamos o que a mulher tem de bonito“.

Fonte: Finíssimo.com.br

Armários em perfeita ordem
01/05/2004

Se você é daquelas pessoas que abrem o armário, se deparam com um monte de peças e chegam à conclusão de que não têm roupa, sabia que o problema pode ser falta de organização e o acúmulo de peças desnecessárias. Antes que você coloque seu guarda-roupa “abaixo” e se desfaça de metade de suas roupas, preste atenção nas dicas que a consultora de imagem Paula Moulin e o consultor de moda Márcio Faria Jr. dão para que seu armário seja organizado e prático, conservando assim a vida útil de roupas e acessórios.

Uma boa organização de armário permite que você visualize rapidamente todas as suas roupas e possíveis combinações entre elas. Segundo Márcio Faria, existe uma padronização de cores em degradê. No armário tanto masculino quanto feminino, a ordem dos trajes pode ser montada separando as peças do dia-a-dia como jeans e camiseta, de trabalho, como os terninhos e tailleurs, em tecidos mais elaborados e as mais fashions.

Marcela Garcia, de 21 anos, diz que sempre foi organizada. Mas na adolescência enfrentou a fase da rebeldia, quando a organização foi banida do seu vocabulário e do guarda-roupa. “Precisei me organizar novamente, principalmente pela falta de tempo. Abro o guarda-roupa e como tudo está etiquetado e no seu devido lugar fica fácil achar o que quero”, diz.

As peças mais delicadas são separadas dentro de sacos plásticos para não soltar fio ou se prenderem em outras. Os sapatos finos ficam em caixas no guarda-roupa. Os demais acomodados em caixas de plástico. Tudo etiquetado, claro: Tênis, sandália, bota e sapato.
Dispense o supérfluo

A consultora de imagem Paula Moulin ressalta que para ter um armário organizado é necessário manter nele somente o que você realmente usa. “Mantenha no armário o que você realmente usa e roupas na sua numeração. Não compre peças para usar quando emagrecer ou engordar, pois certamente você acabará não usando”. A divisão de peças por cores prevalece. Mostrando o próprio guarda-roupa como exemplo ela sugere a divisão em peças de sair, trabalho, coisas básicas, blusas com decote, tecidos delicados, roupas de festa e casacos. “É importante que o armário fique perto de uma janela ou que receba ventilação para evitar que as roupas mofem e venham a estragar”, explica.

Vindo de uma família de 11 irmãos, o cabeleireiro Jhoel Crozaiol desde criança aprendeu a ser organizado em tudo. “Era impossível para minha mãe dar conta de tudo sozinha, então cada um cuidava das suas coisas”, conta. Ele faz questão de cuidar pessoalmente de suas roupas, e se preciso até mesmo passa e prega botão. Mas devido à rotina corrida e à falta de tempo agora tem uma ajudante, que segue à risca seu estilo de organização e o ajuda a manter os dois guarda-roupas impecáveis. Isso mesmo: dois. Além da ordem de cores, Jhoel ainda separa e organiza seu armário de acordo com as estações. “Trabalho com beleza e estética, tudo, desde a roupa ao sapato, que sempre engraxo antes de usar para conservar o couro, tudo tem de estar impecável o tempo todo, finaliza.
Dicas preciosas

Observe as dicas e mãos à obra. Ponha as roupas em cima da cama e analise racionalmente o que você não usa mais e decida como arrumá-las.

» Não guarde roupas sujas ou amassadas. Depois de usadas as roupas devem ser limpas e bem passadas.

» Use cabides da mesma cor, pois dão aspecto de limpeza e organização.

» Pendure os cabides com a ponta do gancho para o fundo do armário, fica mais para retirá-los. Se possível deixe apenas uma peça por cabide.

» Para saias, calças e blusas de tecidos finos e delicados é recomendado usar cabides com grampos.

» Os calçados são separados por cor e por tipo: social, esportivo, tênis, chinelos. Os de festas devem ser guardados em sacos de pvc com uma faixa de plástico que permita sua visualização.

» As bolsas deves ser guardadas em sacos ou em prateleiras para que não se quebrem.

» Os cintos podem ser guardados em forma de caracol em gavetas, ou ainda em cabides especiais.

» As roupas de praia devem ficar separadas por tipo e cor. Ao lado das roupas de banho, deixe os acessórios: cangas, saídas de praia, bonés, viseiras.

» As roupas íntimas podem ser separadas em lingerie do dia-a-dia e lingerie para ocasiões especiais e por cor.

Fonte: Comunidade VIP MODA

Revista Plano Brasília
15/02/2004

O pensamento de que é preciso ser esbelto para ser elegante está fora de moda e muitas confecções já entenderam que roupas para os mais gordinhos não precisam ser necessáriamente largas. É o caso da Ki Graça, que investe em modelos interessantes para mulheres um pouco acima do peso, seguindo o mesmo padrão das magras, só que com números maiores.

A loja oferece modelos diversificados para várias ocasiões. Opções para se vestir não faltam. No entanto, antes de sair para qualquer lugar é indispensável checar se você está vestida de acordo com o objetivo e, mais importante ainda, se está se sentindo bem e em harmonia com seu físico.

Ao comprar roupas é preciso ser sensato na escolha. Então, opte por modelos confortáveis, de acordo com o seu físico, pois as roupas têm o poder de acentuar os pontos positivos e eliminar os aspectos negativos do corpo. Não é porque você está usando calça 46, que não pode ser vestir bem, não é mesmo?

8e25ba9a533c61490c6389f1b0743a49
Fonte: Revista Plano Brasília MODA